Observação: É proibida a reprodução total ou parcial deste Blog, sem a devida autorização da Equipe.

Compartilhando idéias, falando sobre odontologia e trocando informações

Este blog nasceu da necessidade de conectar a inspiração de suas criadoras com a mídia e as redes sociais.
Estamos em ascenção, nos organizando para trazer ao leitor textos impactantes, modelados na medida das necessidades de nossos leitores e de nossas próprias.
Não temos a pretensão de sermos um blog que vem ensinar mas, estamos em movimento de pesquisa constante, para aprender e divulgar o que for relevante às idéias que inspiraram sua criação.
Esteja conosco. Será um prazer desfrutarmos deste tempo juntamente com você.

Equipe Odontologando

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Os dentes do meu filho são fracos?

    Apesar de se falar bastante em saúde bucal, vemos ainda hoje que a falta de informação é a maior responsável por problemas que podem aparecer prematuramente na cavidade bucal das crianças.
Em muitos casos, quando nosso pequeno paciente chega ao nosso consultório, percebemos que aqueles pais, deixaram de receber informações importantes sobre prevenção e o resultado foi o aparecimento de cáries.
Estas fotos abaixo, são de uma criança do sexo masculino de 2 anos apenas.
A família, por estar desinformada oferece à criança refrigerante na mamadeira e não higieniza a boca da criança antes de dormir.



Dicas importantes:

  • Não dê refrigerantes ao seu filho. Ele ficará muito melhor hidratado com água, suco ou chá.
  • Higienize a boca de seu bebê após as mamadas.
  • Evite dar balas, chicletes e doces em geral.
  • Até os 7 anos de idade, os pais ou cuidadores devem ajudar a criança em sua higiene bucal.
  • As crianças seguem o exemplo dos pais. Seja um exemplo para seu filho.
  • Escove os dentes de seu filho depois das refeições e dê atenção especial à escovação noturna.
  • Evite o uso de mamadeiras e chupetas por tempo prolongado.
  • Observe sempre a arcada dentária de sua criança.
  • Procure um odontopediatra assim que nascer o primeiro dente em seu bebê, pois ele poderá fornecer todas as informações necessárias para que sua criança, não sofra as consequências da falta de informação, ou informações de equivocadas.

Ladis Pedrosa

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Tratamento Odontológico nas Coagulopatias Hereditárias

* O que são coagulopatias hereditárias?

   São doenças hemorrágicas resultantes da deficiência qualitativa e/ou quantitativa de uma ou mais proteínas plasmáticas  (fatores da coagulação).


* Quais são as coagulopatias mais comuns?

  1.    Hemofilia -.Falta de fator da coagulação VIII ou IX. Caracteriza-se clinicamente por sangramentos prolongados, principalmente em musculatura profunda (hematomas) e em articulações (hemartrose), após procedimentos cirúrgicos, principalmente na cavidade bucal.
  2.    Doença de von Willebrand (DVW) - As plaquetas não aderem às rupturas das paredes dos vasos sanguíneos.Clinicamente, pode apresentar sangramento cutâneo mucoso (hemorragias gengivais), podendo em sua forma mais grave, assemelhar-se à hemofilia com hemartroses e hematomas.


Nas figuras abaixo, como se fecham as rupturas de um vaso sanguíneo com a formação do coágulo



* Considerações sobre o tratamento odontológico:

  • Os pacientes hemofilia ou doença de von Willebrand, apresentam maior risco de sangramento na cavidade bucal, principalmente após procedimentos cirúrgicos ou traumas mucosos.
  • A profilaxia e o tratamento dos episódios hemorrágicos nestes pacientes são realizados mediante a reposição dos fatores da coagulação que se encontram ausentes ou diminuídos.
  • Devido ao aumento do acesso destes pacientes ao atendimento odontológico especializado e com o desenvolvimento de técnicas que propiciam uma hemostasia local (interrupção da hemorragia), a literatura tem demonstrado que o tratamento odontológico destes pacientes pode ser muitas vezes realizado sem a reposição dos fatores da coagulação, sendo este reservado para procedimentos mais invasivos, de acordo com o hematologista.
  • No Brasil, a participação dos dentistas nas equipes multidisciplinares , tem possibilitado o tratamento odontológico destes pacientes a nível ambulatorial, diminuindo consideravelmente a necessidade da reposição de fatores. Porém, em procedimentos invasivos continua sendo necessária a reposição de fatores da coagulação.
  • A aspirina é contra-indicada à estes pacientes, devendo-se utilizar derivados do paracetamol e dipirona para controle da dor.
  • Não há restrições em referência ao uso de anestésicos locais quanto à  presença de vasoconstritores.
  • A prescrição dos fatores da coagulação deve ser feita pelo hematologista, caso necessário.
  • Os pacientes devem tomar cuidado enquanto ainda estiverem sob efeito da anestesia, para não correr o risco de mordeduras e outras intercorrências.
Deve-se ter em mente que o tratamento preventivo (orientação de higiene bucal, técnica de escovação e uso do fio dental)  deve ter a participação ativa do paciente.
O paciente precisa saber que mesmo na presença de sangramento, a higiene bucal deve ser mantida.

Hemofilia
Doença de von Willebrand
Aspecto Clínicos Petéquias
-
+
Grandes Hematomas
++++
-
Hemartose
++++
+
Hemorragias pós-cirúrgicas
+++++
++++
Início na infância
+
+
Hereditariedade
+
+
Laboratório Contagem de plaquetas
N
N
Tempo de sangramento
N
Aum
Tempo de Tromboplastina parcial
Aum
Aum
Tempo de protrombina
N
N
Tempo de coagulação
Aum
N
+ = está presente
++++ = com certeza vai apresentar aquele problema
N = normal
Aum = aumentado 


Fonte: Ministério da Saúde
Laboratório para o Clínico - Otto Miller e col.

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

O que são dentes impactados?










Dentes impactados (encravados)  são dentes que apresentam certa anomalia em sua posição ou situação que os impeçam de surgir normalmente na cavidade bucal por estarem em contato com o dente vizinho.
É muito comum encontramos os terceiros molares impactados, mas, podem existir outros dentes também com esta condição.
O tratamento para estes casos pode ser cirúrgico ( extraíndo o dente) ou mesmo ortodôntico (colocando o dente em sua posição normal através de movimentação dental).
Quando dentes impactados não são tratados podem desenvolver diversas patologias, como por exemplo a formação de cistos, cáries, inflamações, etc.
As radiografias panorâmicas, como a figura abaixo, são excelentes auxiliares de diagnóstico nestes casos.
Os dentes circulados correspondem aos terceiros molares inferiores esquerdo e direito (dentes do siso), impactados.






Ladis Pedrosa


Postagens populares

Pesquisar este blog