Observação: É proibida a reprodução total ou parcial deste Blog, sem a devida autorização da Equipe.

Compartilhando idéias, falando sobre odontologia e trocando informações

Este blog nasceu da necessidade de conectar a inspiração de suas criadoras com a mídia e as redes sociais.
Estamos em ascenção, nos organizando para trazer ao leitor textos impactantes, modelados na medida das necessidades de nossos leitores e de nossas próprias.
Não temos a pretensão de sermos um blog que vem ensinar mas, estamos em movimento de pesquisa constante, para aprender e divulgar o que for relevante às idéias que inspiraram sua criação.
Esteja conosco. Será um prazer desfrutarmos deste tempo juntamente com você.

Equipe Odontologando

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Meus dentes estão desgastando, isso é normal?

    Muitos pacientes comparecem ao consultório dentário com a queixa de que os dentes estão desgastando, diminuindo de tamanho, ou mesmo, tendo sintomas dolorosos provocados por desgastes anormais dos dentes.
Os dentistas usam alguns termos para referirem-se à estas situações que podem acabar provocando muito desconforto, se não forem eliminadas as causas e/ ou minimizados os danos através de tratamentos adequados.

A seguir, mostramos os termos mais usuais usados pelos cirurgiões dentistas em referência ao assunto :

  • Abfração - O termo significa perda patológica dos tecidos duros dos dentes decorrentes de forças traumáticas anormais, apertamento dental e provavelmente casos de bruxismo.
  • Abrasão - Desgaste dentário que tem como causa uma fricção muito intensa. Um exemplo muito comum de abrasão é uma escovação incorreta, como força exagerada, ou mesmo com escovas de cerdas duras.
  • Erosão - É caracterizada pela redução da estrutura dentária, causada por agentes químicos, como os ácidos provenientes de frutas cítricas, refrigerantes, energéticos e até mesmo casos de esofagite causando refluxos, por exemplo. 
Os tratamentos são diversos, de acordo com a origem da patologia de cada caso.
Desta forma, consultar um dentista é a melhor forma para evitar situações aonde a estética já está comprometida, a dor presente ou até mesmo o elemento dentário perdido.

O caso do paciente abaixo é um caso de abrasão, provocado por uma oclusão traumática (mordida errada).




Fonte
Preparo com laser Er:YAG de lesões dentais cervicais causadas por abfração, abrasão e/ou erosão. Guiovaldo Paiva, Luiz J Nunes, Walter J Genovese, Mário Kaissar Nasr, Priscila Faria Paiva, Alexandra Faria Paiva. J Bras Dent Estét

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Primeiro aniversário do Blog!

Queremos nesta data, tão especial para nós, agradecer à todas as pessoas que nos ajudaram a divulgar um pouco mais as dúvidas que nossos pacientes tem sobre os diversos temas da odontologia.
Muito obrigada à todos que leram nossas postagens, compartilharam e nos ajudam a aprimorar um espaço destinado à todos os pacientes e amigos da odontologia.
Um brinde à todos vocês e à todos nós!

Parabéns, odontologando!


quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Quando (com que idade) se inicia a formação dental? Odontogênese

   

É na já na 6º semana da gestação que inicia a formação dos dentes decíduos. Na  10º semana de gestação já vamos ter início da formação dos órgãos dentais permanentes e início da diferenciação do osso alveolar (que circunda os dentes). Na 17º semana teremos o início da formação do primeiro molar permanente. E ao 5º mês, inicia-se início a formação dos dentes permanentes, incisivos central e lateral, caninos, pré-molares e início da calcificação do 1º molar permanente.



Após Nascimento do Bebê, ocorrerá a diferenciação do incisivo central inferior permanente (coroa do decíduo completamente formada e fase inicial de formação da raiz). No 6º mês de vida  começa a erupção dos incisivos de leite inferiores (com 2/3 de suas raízes formadas). Nesta fase a coroa dos incisivos permanentes encontra-se bem formada e têm início a formação do 2º molar permanente. Com nove meses em média,  todos os dentes incisivos já romperam a gengiva.

Existem variações



ESTRUTURAS - INICIO DA FORMAÇÃO

6 - 7 Semanas de V.I.U.
Lâmina Dentária (11mm)
2º mês de V.I.U.
Dentição Decídua Completa
4º mês de V.I.U.
1º molar Permanente
5º mês de V.I.U.
Dentes Permanentes Sucessores
10 meses de idade
2º Pré molar
1 ano de vida
2º molar
5 anos de vida
3º molar


domingo, 14 de outubro de 2012

Hipertensão Arterial e Saúde Bucal

    * O que é hipertensão arterial ou pressão alta?
A hipertensão arterial ou pressão alta é quando a pressão que o sangue exerce nas paredes das artérias para se movimentar é muito forte, ficando acima dos valores considerados normais.

*Quando uma pessoa é considerada hipertensa?
Quando a pressão arterial estiver maior ou igual a 140/90 mmHg (ou 14 por 9).
O ideal é  que a pressão se mantenha 120/80 mmHg (ou 12 por 8).

*Que consequências a pressão alta pode trazer, quando não tratada?
--Derrames cerebrais
--Doenças do coração como infarto, insuficiência cardíaca (aumento do coração) e angina (dor no peito).
--Insuficiência renal ou paralisação dos rins
--Alterações da visão que podem levar à cegueira.

*Quais as pessoas com maior risco de se transformarem em hipertensas?
Aquelas com excesso de peso, que ingerem muito sal e não tem alimentação saudável, sedentárias, diabéticas, aquelas que tem familiares hipertensos, as que consomem muita bebida alcoólica e pessoas da raça negra.
Note-se porém que após os 55 anos de idade, mesmo as pessoas com pressão arterial normal, 90% tem chances de desenvolver hipertensão.

*Quais os sintomas da pressão alta?
A maioria não apresenta sintoma algum no início da doença, por isso, ela é chamada de "inimiga silenciosa".
A única maneira de se saber se a pressão está alta é fazer consultas rotineiras ao clínico para que esta possa ser verificada com frequência.
Os sintomas mais comuns atribuídos ao aumento da pressão alta são: dor de cabeça, cansaço, tonturas, sangramento pelo nariz, entre outros.

*Quais alimentos os pacientes hipertensos devem escolher?
--Alimentos cozidos, assados, grelhados ou refogados.
--Temperos naturais como limão, ervas, alho, cebola, salsa e cebolinha, frutas verduras e legumes.
--Derivados do leite desnatados.

*Quais alimentos os pacientes hipertensos devem evitar?
--Doces
--Frituras
--Derivados do leite integral
--Carnes vermelhas com gordura
--Temperos prontos
--Alimentos industrializados
--Embutidos
--Conservas e defumados

*Quais os cuidados que o paciente hipertenso deve ter no dia da consulta odontológica?
--Tomar a medicação corretamente
--Alimentar-se adequadamente
--Dizer ao dentista sobre a hipertensão e medicações necessárias.
--Aferir a pressão

*Quais são as complicações bucais mais frequentes nos hipertensos?
--Cárie dentária
--Gengivite(inflamação da gengiva), podendo evoluir para periodontite (aonde além de comprometer a gengiva pode também comprometer o osso)
--Sensibilidade dentinária
--ATM (articulação que nos possibilita abrir e fechar a boca)

*Quais são os fatores que podem agravar a saúde bucal?
--Má higiene
--Alimentação incorreta
--Doenças como diabetes, câncer e enfermidades cardíacas
--Fumo e estresse
--Certas medicações que podem influir nos problemas gengivais
--Ausência dos dentes e próteses

*Como os pacientes hipertensos podem ter boa saúde bucal?
--Escovar bem os dentes, usar fio dental e enxaguante.
--Ter alimentação balanceada, de preferência orientada por um nutricionista.
--Ter a pressão controlada.
--Fazer consultas rotineiras ao dentista e seguir as recomendações dadas.




Fontes:
Sociedade Brasileira de Hipertensão
Prefeitura de São Paulo - Saúde





Postagens populares

Pesquisar este blog