Observação: É proibida a reprodução total ou parcial deste Blog, sem a devida autorização da Equipe.

Compartilhando idéias, falando sobre odontologia e trocando informações

Este blog nasceu da necessidade de conectar a inspiração de suas criadoras com a mídia e as redes sociais.
Estamos em ascenção, nos organizando para trazer ao leitor textos impactantes, modelados na medida das necessidades de nossos leitores e de nossas próprias.
Não temos a pretensão de sermos um blog que vem ensinar mas, estamos em movimento de pesquisa constante, para aprender e divulgar o que for relevante às idéias que inspiraram sua criação.
Esteja conosco. Será um prazer desfrutarmos deste tempo juntamente com você.

Equipe Odontologando

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Tratamento Odontológico nas Coagulopatias Hereditárias

* O que são coagulopatias hereditárias?

   São doenças hemorrágicas resultantes da deficiência qualitativa e/ou quantitativa de uma ou mais proteínas plasmáticas  (fatores da coagulação).


* Quais são as coagulopatias mais comuns?

  1.    Hemofilia -.Falta de fator da coagulação VIII ou IX. Caracteriza-se clinicamente por sangramentos prolongados, principalmente em musculatura profunda (hematomas) e em articulações (hemartrose), após procedimentos cirúrgicos, principalmente na cavidade bucal.
  2.    Doença de von Willebrand (DVW) - As plaquetas não aderem às rupturas das paredes dos vasos sanguíneos.Clinicamente, pode apresentar sangramento cutâneo mucoso (hemorragias gengivais), podendo em sua forma mais grave, assemelhar-se à hemofilia com hemartroses e hematomas.


Nas figuras abaixo, como se fecham as rupturas de um vaso sanguíneo com a formação do coágulo



* Considerações sobre o tratamento odontológico:

  • Os pacientes hemofilia ou doença de von Willebrand, apresentam maior risco de sangramento na cavidade bucal, principalmente após procedimentos cirúrgicos ou traumas mucosos.
  • A profilaxia e o tratamento dos episódios hemorrágicos nestes pacientes são realizados mediante a reposição dos fatores da coagulação que se encontram ausentes ou diminuídos.
  • Devido ao aumento do acesso destes pacientes ao atendimento odontológico especializado e com o desenvolvimento de técnicas que propiciam uma hemostasia local (interrupção da hemorragia), a literatura tem demonstrado que o tratamento odontológico destes pacientes pode ser muitas vezes realizado sem a reposição dos fatores da coagulação, sendo este reservado para procedimentos mais invasivos, de acordo com o hematologista.
  • No Brasil, a participação dos dentistas nas equipes multidisciplinares , tem possibilitado o tratamento odontológico destes pacientes a nível ambulatorial, diminuindo consideravelmente a necessidade da reposição de fatores. Porém, em procedimentos invasivos continua sendo necessária a reposição de fatores da coagulação.
  • A aspirina é contra-indicada à estes pacientes, devendo-se utilizar derivados do paracetamol e dipirona para controle da dor.
  • Não há restrições em referência ao uso de anestésicos locais quanto à  presença de vasoconstritores.
  • A prescrição dos fatores da coagulação deve ser feita pelo hematologista, caso necessário.
  • Os pacientes devem tomar cuidado enquanto ainda estiverem sob efeito da anestesia, para não correr o risco de mordeduras e outras intercorrências.
Deve-se ter em mente que o tratamento preventivo (orientação de higiene bucal, técnica de escovação e uso do fio dental)  deve ter a participação ativa do paciente.
O paciente precisa saber que mesmo na presença de sangramento, a higiene bucal deve ser mantida.

Hemofilia
Doença de von Willebrand
Aspecto Clínicos Petéquias
-
+
Grandes Hematomas
++++
-
Hemartose
++++
+
Hemorragias pós-cirúrgicas
+++++
++++
Início na infância
+
+
Hereditariedade
+
+
Laboratório Contagem de plaquetas
N
N
Tempo de sangramento
N
Aum
Tempo de Tromboplastina parcial
Aum
Aum
Tempo de protrombina
N
N
Tempo de coagulação
Aum
N
+ = está presente
++++ = com certeza vai apresentar aquele problema
N = normal
Aum = aumentado 


Fonte: Ministério da Saúde
Laboratório para o Clínico - Otto Miller e col.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário. Será um prazer poder recebê-lo.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Postagens populares

Pesquisar este blog