Observação: É proibida a reprodução total ou parcial deste Blog, sem a devida autorização da Equipe.

Compartilhando idéias, falando sobre odontologia e trocando informações

Este blog nasceu da necessidade de conectar a inspiração de suas criadoras com a mídia e as redes sociais.
Estamos em ascenção, nos organizando para trazer ao leitor textos impactantes, modelados na medida das necessidades de nossos leitores e de nossas próprias.
Não temos a pretensão de sermos um blog que vem ensinar mas, estamos em movimento de pesquisa constante, para aprender e divulgar o que for relevante às idéias que inspiraram sua criação.
Esteja conosco. Será um prazer desfrutarmos deste tempo juntamente com você.

Equipe Odontologando

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Doença de Alzheimer e saúde bucal

Doença de Alzheimer (DA), é uma doença do cérebro, degenerativa, irreversível e é a forma mais frequente de demência em idosos.
Caracteriza-se por um declínio progressivo de certas funções como : memória, orientação no tempo e espaço, aprendizado, capacidade de realizar atividades cotidianas, etc.
Atualmente, ela pode ser diagnosticada antes mesmo que o paciente apresente demência, mostrando-se o paciente com incapacidade de realizar com independência atividades básicas do dia a dia.
Quando diagnosticada precocemente, pode-se iniciar o tratamento com remédios que melhoram e prolongam a qualidade de vida do paciente.
O paciente com Alzheimer, deve visitar o dentista normalmente há cada seis meses, para que sejam avaliadas suas próteses, caso as use, se estão bem adaptadas, evitando-se que estas causem dificuldades na mastigação, deglutição e comunicação, ou mesmo causem machucados na boca.
Em relação à estes pacientes, a literatura demonstra que há um aumento significativo de doenças periodontais e cáries, devidos à higiene bucal precária . Alguns estudos também demonstram que devido ao uso de certos medicamentos, o fluxo salivar diminui , contribuindo para aumentar o risco de doenças bucais. Desta forma, os cuidadores tem um papel fundamental na higienização dos dentes ou mesmo das próteses dos pacientes, mantendo-as limpas.
Estes pacientes podem ter dificuldades em comunicar uma dor aguda, portanto é fundamental que a atenção dos cuidadores seja na prevenção das doenças bucais, buscando sempre na dúvida o auxílio de um cirurgião dentista.









Fontes:
http://www.alzheimermed.com.br/perguntas-e-respostas/o-que-e-doenca-de-alzheimer-da
http://revista.unati.uerj.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-59282003000100002&lng=pt&nrm=iso


quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Dentes de leite doem?

Os dentes decíduos (dentes de leite), são dentes que precisam ser tratados e conservados até a época correta de esfoliação (troca dos dentes de leite pelos permanentes).
Eles podem doer principalmente se estiverem atingidos por cárie, precisando ser tratados (removendo-se a cárie e restaurando-os).
Muitas crianças ainda hoje, chegam ao dentista com diversas cáries e seus cuidadores muitas vezes, não se preocupando de forma devida, imaginam que por serem dentes temporários não precisam ser tratados e não doem.
A forma mais simples de se evitar as cáries é através de uma boa e correta escovação, alimentação adequada e consultas regulares ao dentista.
Os exemplos abaixo, mostram a urgência de se realizar um tratamento.

Você poderá ler também: http://odonto-logando.blogspot.com.br/2012/08/dentes-de-leite-precisam-ser-tratados.html

Ladis Pedrosa

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Nunca precisei ir ao dentista, mas, meu dente começou a doer...

   
Paciente do sexo masculino, 13 anos, acompanhado da mãe, esteve pela primeira vez em consulta odontológica, com sintomas de dor ao tomar líquidos gelados e ao comer alimentos doces.
A mãe nos relatou que nunca levou o garoto ao dentista, pois ele nunca se queixou de dor antes. Informou não conhecer nada sobre prevenção e nos disse ainda que perdeu todos os dentes antes dos 40 anos de idade, pois tinha os dentes muito "fracos".
Quando perguntamos sobre os hábitos alimentares,  nos disseram que costumavam tomar refrigerantes pelo menos 1 vez ao dia e escovavam os dentes principalmente pela manhã e muitas vezes, esqueciam de escovar os dentes ao deitar.







Nesta foto, mostramos o primeiro molar superior esquerdo deste paciente apresentando uma cárie extensa e profunda.

Este caso, assim como outros, nos alertam todos os dias para a necessidade de prevenção e educação em saúde bucal.
Sabemos que os hábitos alimentares, assim como a qualidade e número de escovações diárias são determinantes para a saúde dos dentes.
Muitos pacientes, ainda hoje, seja por falta de acesso aos consultórios dentários, seja por falta de informação, caminham para a perda precoce dos elementos dentários.
Deixamos aqui um alerta: vá ao dentista sem ter dores, ou nenhum tipo de queixa. Leve seu filho, assim que nascer o primeiro dente na arcada dentária.
Entregue sua saúde bucal à um dentista que possa ajudar seus dentes a serem  bonitos, saudáveis e terem vida longa.

Ladis Pedrosa

Postagens populares

Pesquisar este blog