Observação: É proibida a reprodução total ou parcial deste Blog, sem a devida autorização da Equipe.

Compartilhando idéias, falando sobre odontologia e trocando informações

Este blog nasceu da necessidade de conectar a inspiração de suas criadoras com a mídia e as redes sociais.
Estamos em ascenção, nos organizando para trazer ao leitor textos impactantes, modelados na medida das necessidades de nossos leitores e de nossas próprias.
Não temos a pretensão de sermos um blog que vem ensinar mas, estamos em movimento de pesquisa constante, para aprender e divulgar o que for relevante às idéias que inspiraram sua criação.
Esteja conosco. Será um prazer desfrutarmos deste tempo juntamente com você.

Equipe Odontologando

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Cuidados com lábios no inverno

O inverno é uma época em que nossos lábios podem ficar ressecados, necessitando de cuidados especiais.





O vento, o frio, a poeira, a poluição e a baixa umidade agridem e ressecam muito os lábios, sendo que ressecamento, no entanto, não é responsabilidade só das condições externas.
Por isso, é preciso hidratar a pele regularmente, usar filtros solares labiais, e ingerir bastante água (mesmo que não haja sede).
Outra maneira de se prevenir contra as queimaduras e rachaduras que, às vezes, até sangram os lábios é evitar passar língua com saliva sobre eles.
Ainda que, num primeiro momento, a saliva possa trazer algum alívio, no instante seguinte ela começa a ressecar ainda mais a boca. Esse efeito rebote ocorre porque a saliva contém cerca de sete enzimas digestivas preparadas para pré-digerir os alimentos. Essas enzimas, não agem nas mucosas, mas são capazes de agredir a sensível pele dos lábios.
O sol associado ao frio também é um perigo. As pessoas têm mais queimaduras solares labiais no inverno do que no verão, afirmam os dermatologistas. Isso acontece porque nosso inverno é de dias frios, secos, com o céu azul ensolarado e sem nuvens. Desse modo, os raios solares atingem diretamente os lábios. Como você nem percebe a dor da queimadura solar e demora mais tempo para sair do sol, o resultado são queimaduras até mais intensas do que no verão, quando o calor faz soar o alarme da dor.

Saiba mais

Na hora de escolher um protetor labial ou um batom, preste atenção na fórmula. Prefira produtos com filtro solar associados a preparações oleosas e produtos a base de petrolato ou cera de abelha, que mantêm os lábios sempre com uma película protetora e ajudam na hidratação. São recomendados, também, os componentes derivados de silicone e as manteigas de cacau ou de caritê, ótimas para evitar o ressecamento.
De qualquer forma, é importante reaplicar o produto a cada 2 horas, tempo que dura a hidratação.
Nessa época, mais do que nunca, evite o cigarro. O fumo é, depois do sol, a segunda maior causa de envelhecimento e de câncer labial. O cigarro queima os lábios por causa da brasa e diminui capacidade de regeneração e cicatrização da pele e mucosas ao intoxicar o organismo com a nicotina, o alcatrão e mais outras substâncias nocivas que você ingere a cada tragada.
E você? Cuida direito dos seus lábios no inverno?




quarta-feira, 24 de julho de 2013

5 sinais de que seu filho pode ser respirador bucal






A respiração bucal é decorrente de muitos fatores e não caracteriza uma doença em sí, mas uma síndrome com sinais e sintomas característicos e muito frequente nos consultórios dentários.

Veja abaixo, 5 sinais de um respirador bucal possa apresentar:


  1. Presença de cáries
  2. Halitose (mau hálito)
  3. Deformidades dento-faciais (alterações no posicionamento dos dentes e nos ossos da face)
  4. Dor de garganta
  5. Respiração bucal

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Postagens populares

Pesquisar este blog