Observação: É proibida a reprodução total ou parcial deste Blog, sem a devida autorização da Equipe.

Compartilhando idéias, falando sobre odontologia e trocando informações

Este blog nasceu da necessidade de conectar a inspiração de suas criadoras com a mídia e as redes sociais.
Estamos em ascenção, nos organizando para trazer ao leitor textos impactantes, modelados na medida das necessidades de nossos leitores e de nossas próprias.
Não temos a pretensão de sermos um blog que vem ensinar mas, estamos em movimento de pesquisa constante, para aprender e divulgar o que for relevante às idéias que inspiraram sua criação.
Esteja conosco. Será um prazer desfrutarmos deste tempo juntamente com você.

Equipe Odontologando

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Boas Festas!




Estaremos em recesso até o dia 07/01/2013.

Feliz 2013 à todas as pessoas que nos acompanharam durante este ano. Desejamos que todos nós possamos colaborar para que existam muitos sorrisos bonitos .
Até lá!

Equipe Odontologando.





sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Tórus, o que é?

O tórus é um crescimento ósseo benigno, que não causa desconforto, tem crescimento lento e gradativo, porém, em decorrência de sua localização, é necessária sua remoção cirúrgica.

Pode ser encontrado tanto no osso maxilar, como mandibular e é assintomático.




Nas fotos abaixo, um exemplo de tórus palatino.




Consulte seu dentista e tire suas dúvidas.



quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Como desenvolver-se






“O homem nasce para atingir a vida, mas tudo depende dele. Ele pode perdê-la. Ele pode seguir respirando, ele pode seguir comendo, ele pode seguir envelhecendo, ele pode seguir se movendo em direção ao túmulo – mas isso não é vida. Isso é morte gradual, do berço ao túmulo, uma morte gradual com a duração de setenta anos. E porque milhões de pessoas ao redor de você estão morrendo essa morte lenta e gradual, você também começa a imitá-los.  As crianças aprendem tudo daqueles que estão em volta delas e nós estamos rodeados pelos mortos. Então temos que entender primeiro o que eu entendo por ‘vida’. Ela não deve ser simplesmente envelhecer. Ela deve ser desenvolver-se. E isso são duas coisas diferentes. Envelhecer, qualquer animal é capaz. Desenvolver-se é prerrogativa dos seres humanos. Somente uns poucos reivindicam esse direito.
Desenvolver-se significa mover-se a cada momento mais profundamente no princípio da vida; significa afastar-se da morte – não ir na direção da morte. Quanto mais profundo você vai para dentro da vida, mais entende a imortalidade dentro de você. Você está se afastando da morte: chega a um momento em que você pode ver que a morte não é nada, apenas um trocar de roupas ou trocar de casas, trocar de formas – nada morre, nada pode morrer. A morte é a maior ilusão que existe.
Como desenvolver-se? Simplesmente observe uma árvore. Enquanto a árvore cresce, suas raízes crescem para baixo, tornam-se mais profundas. Existe um equilíbrio; quanto mais alto a árvore vai, mais fundo as raízes vão. Na vida, desenvolver-se significa crescer profundamente para dentro de si mesmo – que é onde suas raízes estão.”

Osho, O Livro da Cura

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Preciso tirar o dente do siso?

É muito comum os dentistas indicarem a exodontia (extração) dos terceiros molares (dente do siso). Estes, são os últimos dentes a erupcionarem na arcada dentária, por volta dos 18 anos, em média.

Em muitos casos, esses dentes não "nascem" por falta de espaço e podem ficar inclusos(dentro do osso) ou semi-inclusos (parcialmente erupcionados, ou parcialmente dentro do osso).

Quando eles não são extraídos, podem causar desconforto, mau hálito, impactação de alimentos, reabsorção óssea, lesões císticas, desalinhamento das arcadas, dentre outros.


As fotos do paciente abaixo, de 18 anos, mostram  uma inflamação no local do dente 38 ( terceiro molar inferior esquerdo), causando muita dor ao paciente.


Consultas periódicas no dentista, impedem situações como esta.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Em que época deve se usar aparelho ortodôntico?

Depende do caso. O odontopediatra ou o ortodontista poderá orientar a época correta para cada criança.








Busque a resposta para suas dúvidas com seu dentista.

O fato é que não é necessário aguardar a troca de todos os dentes decíduos (de leite). Se você tem dúvidas e já consegue ver que há algo errado, consulte!! Existem algumas medidas e até aparelhos ortopédicos que propiciam uma condição óssea melhor para que os dentes permanentes venha a nascer no local correto. Assim você diminue os gastos com o tratamento, evita extrações e até cirurgias, reduzindo os gastos e o sofrimento com o aparelho fixo.

A prevenção é sempre o melhor caminho!


quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Na Índia, jornal recomenda: Como evitar dores de dentes em 10 passos.

Um jornal indiano publico dez dicas para aliviar a dor de dente. Embora nós profissionais da odontologia saibamos o quanto é importante trabalhar a favor de uma odontologia preventiva em que todas as pessoas tenham acesso ao tratamento e raramente sintam dor, sabemos que exite uma parte da população mundial que não tem sequer orientações de higiene, quanto mais acesso aos profissionais da odontologia.
 
 
Veja o que recomenda o jornal: 
 
1) Higiene: mantenha uma higiene oral regular, escovando na forma e frequencia correta e fazendo uso do fio dental;
 
2) Beba água: além de modificar o meio salivar, melhorar o hálito, faz bem para a pele!
 
3) Escove seus dentes de forma correta: uma escovação rápida e com muita força pode promover retrações gengivais e aumentar a sensibilidade, o que também provoca dor. A escovação ineficiente deixa resíduos que favorece as cáries.
 
4) Mude de pasta: as bacterias se adaptam as características das pastas que passam a não ser tão efetivas após um tempo prolongado de uso. Experimente alternar as marcas das pastas de dente.
 
5) Bochechos com água morna e sal podem amenizar a dor em alguns casos.
 
6) Frio e quente: bolsas de gelo, assim como uso do calor também podem amenizar a dor.
 
7) Bolsas de chá: o uso do chá verde e do chá preto, que podem ser aplicados diretamente sobre dentes e gengivas poderia amenizar a dor e auxiliar na saúde geral.
 
8) Lima: gotas de lima poderiam ser aplicadas sobre a superfície dental, em temperatura ambiente,  o que também serviria para amenizar a dor.
 
9) Evitar: evitar alimentos açucarados e muito condimentados, assim como alimentos pegajosos e duros, que poderiam aumentar a intensidade da dor.
 
10) Prefira alimentos leves: alimentos como pure de batatas, arroz, macarrão, precisam de uma mastigação menos intensa e portanto seria menor o risco de aumentar a dor.
 
 
É claro que nem tudo que foi dito é verdade, ou trará resultado e deixaram de relatar o mais importante: VISITE SEU DENTISTA COM FREQUENCIA!! Esta é a melhor forma de estar em dia com sua saúde bucal, ser corretamente orientado sobre cuidados com sua saúde bucal, particularidades do seu sorriso e a melhor forma de cuidar dele.
 
 
 
 
 

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Panorâmica ou tomografia para fazer um implante dentário?

      A radiografia panorâmica é um excelente auxiliar de diagnóstico nas diversas especialidades odontológicas e ainda é a radiografia mais utilizada pelos dentistas, pois seu custo é baixo e possibilita de ter uma boa visão do complexo maxilomandíbular em uma única radiografia, além de outras vantagens.






Mas, quando a questão é fazer uma planejamento de cirurgia para implantes, a radiografia se mostra ineficiente pois apresenta distorções e não mostra imagem em 3 dimensões (3D), necessárias para realizar a medida de forma correta dos implantes dentários que serão colocados no paciente.
                                                            
                                                              Imagens Tomográficas




video





Dessa forma, atualmente a tomografia de feixe cônico é a mais indicada para realizar com sucesso um planejamento cirúrgico para implantes.

Ladis Pedrosa

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

5 dicas para combater a gengivite


  • A gengivite se apresenta como uma inflamação nos tecidos gengivais podendo causar sangramento, dor e mau hálito. 
  • Ela pode levar à perda dos dentes, portanto, precisa ser rapidamente tratada.



  1. Aprenda a escovar os dentes corretamente.
  2. Use fio dental.
  3. Evite fumar.
  4. Alimente-se corretamente. (Se necessário, procure um nutricionista)
  5. Vá ao dentista regularmente.


quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Leite materno pode provocar cáries?




Não existem estudos sérios que provem a relação do leite materno e o aparecimento de cáries.

Aleitamento materno é fundamental para o desenvolvimento das arcadas dentárias, musculatura perioral  e para a saúde geral da criança.

O maior vilão da cárie é a ingestão de açúcar. A ausência ou deficiência da escovação também são grandes responsáveis.

As fotos abaixo, são de uma criança de 3 anos, que ainda toma leite materno, consome uma grande quantidade de açúcar diariamente, dormindo muitas vezes, sem escovar os dentes.








Foto do livro da autora:
AUTOR(A): LESLIE MCGUIRE
EDITORA: SALAMANDRA EDITORIAL

Limpe os dentes de seu bebê, após as mamadas e escove os dentes de seu filho, até que ele possa fazer isso bem sozinho.
Ladis Pedrosa

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

A contenção em ortodontia é para sempre? Quando se deve remover?


Contenção em Ortodontia

     A retirada do aparelho fixo não significa o final do tratamento ortodôntico . Após finalizar a movimentação ortodôntica é necessário um período para que os dentes possam ser mantidos em uma relação estética e funcional ideais, combatendo a tendência natural dos elementos dentários de voltarem a sua posição original. O posicionamento dentário não depende somente do "correto encaixe" dos dentes, ele sempre estará sujeito à pressão oferecida por língua, lábios e bochecha (ou seja toda a musculatura perioral). Muitas vezes é necessário o tratamento fonoaudiológico durante a pós a retirada do aparelho.

     Para que os resultados obtidos na etapa do alinhamento e nivelamento dentário com aparelho fixo tenham maiores possibilidades de serem mantidos é necessário que o aparelho de contenção removível, seja usado inicialmente durante todo o dia e toda a noite. Retirar apenas durante as refeições principais (almoço e jantar) e nas horas de higienização. E ao retornar em  consultas periódicas de controle após 1 mês, 3 meses, 6 meses, após um ano. Nessas consultas, o dentista irá reavaliar e orientar o tempo de uso da placa de contenção superior, fazer ajuste oclusais caso eles sejam necessários. E aos poucos pode-se receber alta da contenção.

Na  arcada inferior, geralmente é instalada uma barra lingual fixa de canino a canino. Esta deverá permanecer colada a todos os elementos dentários por tempo indeterminado, existem grandes índices de recidiva nesta região.

A falta do uso correto do aparelho de contenção superior ou inferior aumenta o risco de movimentações dentárias indesejadas.

As contenções são individualizadas, ou seja, são definidas para cada paciente de acordo com o problema inicial, do tipo de correção ( por ex. se esquelética ou dentária), das dificuldades do tratamento, e das expectativas de estabilidade ou não.


Movimentações dos dentes após o tratamento
     Mesmo seguindo todos os procedimentos técnicos adequados durante a fase de tratamento e de contenção, os dentes podem movimentar-se durante toda a vida, alterando sua posição. Somos seres dinâmicos!!
     Isto ocorre em função de processos fisiológicos como os ligados ao amadurecimento e envelhecimento, ás forças de mastigação, ao equilíbrio/desequilíbrio muscular, à introdução de hábitos não fisiológicos , etc .
     Isto torna imprevisível a estabilidade ou não das posições dentárias.
     Normalmente, estas movimentações, se acompanhadas pelo ortodontista são facilmente retratáveis num período curto de tempo.



Dra Patricia Pessi

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

O que são doenças sexualmente transmissíveis?

Doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), são aquelas que são transmitidas na relações sexuais com pessoas que estejam com essas doenças.

São DSTs:


  • Gonorréia
  • Sífilis
  • Clamídia
  • Herpes Genital
  • Hepatite B
  • Condiloma
  • Trocomoníase
  • HIV/AIDS
  • outras

Como saber se você está com DST?

As DSTs podem se manifestar por meio de corrimentos, irritação, feridas, caroços ou verrugas nos órgãos genitais. Podem causar coceiras, dor na relação sexual, dor embaixo do umbigo. Mas, as vezes, não aparecem sintomas ou sinais externos, ou seja, visíveis por fora, e isso é comum ocorrer com as mulheres. Entretanto, nesta mesma situação, a doença pode ser passada para o parceiro(a) sexual.

Quais os problemas que as DSTs podem causar?

As DSTs podem trazer consequências graves, quando não são tratadas, podendo predispor a pessoa ao câncer de colo de útero ou de pênis. Além disso, as DSTs como a sífilis, hepatite B e o HIV, podem ser transmitidas para o bebê durante a gravidez, trazendo graves problemas para a criança, ou mesmo podendo provocar aborto.

Como deve ser o tratamento?

Se você suspeitar que está com DST, a primeira coisa a fazer é evitar relações sexuais e procurar imediatamente um serviço de saúde. Não faça tratamento por conta própria, ouvindo orientações de amigos,  parentes, balconistas de farmácia. Procure um serviço de saúde, assim seu tratamento será eficaz.

Até o momento, não existe cura nem vacina para a AIDS, por isso o melhor mesmo é se prevenir sempre, usando camisinha masculina ou feminina em todas as relações sexuais.

Lembre-se de que não dá para saber quem está contaminado com o HIV/AIDS ou com outras DSTs só olhando para a pessoa, ou porque conhece a pessoa há muito tempo. Por isso, é importante se prevenir sempre, usando camisinha masculina ou feminina em todas as relações sexuais.

Adolescentes, jovens e qualquer pessoa tem direito a ter um atendimento sem discriminação de qualquer tipo, com garantia de privacidade e segredo.


Fonte: Ministério da Saúde

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Fluorose, o que é?

Fluorose é uma alteração do esmalte dentário que está ligada à ingestão excessiva de flúor durante a formação dos dentes, podendo apresentar colorações e estágios diversos.

A fluorose, acomete principalmente a dentição permanente e é rara na dentição decídua (dentes de leite).

A causa mais comum está relacionada ao fato da criança pequena engolir a pasta dental contendo flúor, principalmente em regiões aonde a água de abastecimento público é fluoretada.
Engolir pasta com frequência, durante a época de formação dos dentes permanentes, pode acarretar em fluorose que se apresenta como manchas ou linhas de tonalidades esbranquiçadas em estágio leve, podendo nos casos mais graves apresentar uma coloração acastanhada ou marrom e até mesmo, haver perda de estrutura dental, tornando o dente mais enfraquecido.
 

Tratamento

  • Em estágio inicial,  onde a estética não está muito comprometida não é necessário tratamento, apenas acompanhamento profissional.
  • Em casos mais avançados, onde a estética está comprometida há vários tratamentos disponíveis.

Prevenção

  • Não usar pastas com flúor em crianças que não conseguem deixar de engolir.
  • Não deixar pastas dentais ao alcance das crianças e usar quantidade mínima do produto ( porção do tamanho de um grão de arroz).
  • Água, inclusive minerais e alguns alimentos industrializados também contém flúor. Ficar atento aos rótulos.
  • Supervisionar a escovação de seu filho.
  • Fazer consultas periódicas com o odontopediatra.





Ladis Pedrosa


segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Atrás do último dente do meu filho está inchado, é normal?

Uma pergunta frequente nos consultórios é sobre a erupção (nascimento) do primeiro molar permanente.

Muitas vezes, este dente é confundido com um dente decíduo (dente de leite), por não cair nenhum dente neste local.

A família deve ficar bem atenta: por volta dos 6 anos de idade, os quatro primeiros molares permanentes (dois inferiores e dois superiores), nascem atrás dos segundos molares decíduos (últimos dentes de leite da arcada dentária da criança). Estes dentes são de extrema importância para o desenvolvimento da oclusão (mordida) da criança.

Nesta fase, algumas crianças podem relatar algum tipo de desconforto na região, que é perfeitamente normal. Outras, podem não ter sintoma algum.

Desta forma, as consultas periódicas (normalmente a cada 6 meses), devem fazer parte do acompanhamento da saúde da criança, garantindo assim que os dentes nasçam de forma saudável.

As fotos abaixo, ilustram a erupção em estágio inicial do primeiro molar permanente inferior esquerdo.





Veja também neste blog: http://odonto-logando.blogspot.com.br/2012/06/nao-confundir-primeiro-molar-permanente.html


Ladis Pedrosa

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Por que os dentistas pedem tomografia computadorizada?

Atualmente, os dentistas pedem tomografia computadorizada em diversas circunstâncias e sempre que necessário.  São elas:

  • Dentes inclusos (sisos e outros)
  • Sinusopatias (sinusites, comunicação buco sinusais, etc)
  • ATM (articulação temporo-mandibular)
  • Patologias (cistos, lesões, etc)
  • Para avaliação anatômica (3D)
  • Para planejamento cirúrgico de implantes
  • Cirurgias ortognáticas
  • Outras

No caso abaixo, a imagem tomográfica apresentou reabsorção severa do osso alveolar, que seria usado para a colocação cirúrgica de implantes dentários.
Após a aquisição foi alterado o planejamento do caso, pois diante de reabsorção severa o profissional  optou de forma conveniente ao caso, por um levantamento do seio maxilar com enxerto ósseo.


Corte panorâmico da imagem tomográfica



Cortes transversais de 2 em 2 mm em tamanho real



Imagens tridimensionais (3D)
Agostinho Pedrosa

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Devo usar o fio dental todos os dias? Porque ele é importante?

Sim! Sim! Siiiimmmm!! 

É o fio dental que remove a placa bacteriana e os alimentos dos lugares que a escova não alcança, ou seja, entre os dentes. Além disso massageia a gengiva da região, promovendo a saúde local. 

E como usar o fio dental? 
Existem algumas técnicas, é importante escolher a que você se adapta melhor. 

- Separe cerca de 40 cm de fio e enrole em torono dos dedos médios, deixando cerca de 10cm livres. Segure entre o polegar e indicador das duas mãos, insira entre os dentes e deslize levemente suavemente para cima e para baixo. Permita que o fio entre no sulco gengival (por baixo da gengiva)cerca de 0,5mm, sem que isso cause dor ou desconforto! Vá trocando a parte livre do fio, para que possa usar a parte limpa do fio dental. Para remover o fio, use movimentos de trás para frente, retirando-o do meio dos dentes, sempre cuidadosamente! 

 - Outra forma e unir as pontas do fio com um nó, facilitando o seu manuseio e aproveitando melhor toda a superfície do fio. A forma de usar é a mesma. 

O que é melhor, fio ou fita dental? 

Depende do qual a pessoa se adapta melhor. Dentes muito unidos tem uma higienização mais fácil pelo fio. Espaços maiores sugerem o uso da fita. Assegure-se de limpar além da linha da gengiva, mas não force demasiado o fio contra a gengiva. 

Fique atento!!

Sangramentos podem indicar gengivite ou esforço pressão desnecessária do fio,consulte seu dentista!! 

O fio dental desfiado pode indicar infiltrações e ou degrau em restaurações ou que os dentes são muito juntos, alguns casos merecem uma radiografia! Informe seu dentista sempre que isso ocorrer!

Existem alguns dispositivos que auxiliam o uso do fio dental em situações de aparelhos ortodônticos e próteses fixas, como o passa fio, que será assunto de uma próxima postagem.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Como peguei hepatite?


A hepatite é uma doença infecciosa grave e silenciosa. Muitas pessoas hoje podem ter e não saber.



Você não sabe, mas, pode ter pego assim:






  • As hepatites atacam o fígado, um dos órgãos mais importantes do corpo humano. 
  • Quando aparecem podem provocar cansaço, tontura e ânsia de vômito. Muitas vezes, a pele e os olhos ficam amarelados, a urina escura e as fezes mais claras.
  • Os cinco principais tipos (A, B,C,D e E) são causados por vírus que podem passar de uma pessoa para outra.
  • Em casos como nos da hepatites B, C ou D, a pessoa pode levar anos para perceber que está doente.
  • A hepatite B é uma doença sexualmente transmissível - DST. E assim como a hepatite C, pode se também transmitida pelo sangue.
  • A recomendação geral é a de que as pessoas que transaram sem camisinha, compartilharam agulhas ou seringas ou receberam transfusão de sangue antes de 1993 devem procurar um posto de saúde e realizar o teste de hapatites. O diagnóstico e o tratamento precoces podem evitar a evolução para cirrose ou câncer de fígado.

COMO EVITAR AS HEPATITES A e E

*Utilize água tratada e lave bem os alimentos. Essas são as melhores formas de se prevenir as hepatites A e E.

*Lave as mãos com água e sabão antes de comer e depois de ir ao banheiro.




*Beba água filtrada ou fervida.




*Lave bem os alimentos, frutas, verduras e legumes, principalmente quando for comê-los crus.




*Cozinhe bem mariscos e frutos do mar.




COMO EVITAR AS HEPATITES B, C  e D

*Não compartilhe seringas, agulhas e equipamentos para drogas.




*Não use lâminas de barbear ou de depilar de outras pessoas.




*Use seus próprios instrumentos de manicure e pedicure.




*Exija materiais descartáveis em estúdios de tatuagens, serviços de saúde, etc.

*Use sempre camisinha

Veja também neste blog: http://odonto-logando.blogspot.com.br/2012/06/transmissao-e-prevencao-das-hepatites-b.html
Fonte: Ministério da Saúde

Postagens populares

Pesquisar este blog