Observação: É proibida a reprodução total ou parcial deste Blog, sem a devida autorização da Equipe.

Compartilhando idéias, falando sobre odontologia e trocando informações

Este blog nasceu da necessidade de conectar a inspiração de suas criadoras com a mídia e as redes sociais.
Estamos em ascenção, nos organizando para trazer ao leitor textos impactantes, modelados na medida das necessidades de nossos leitores e de nossas próprias.
Não temos a pretensão de sermos um blog que vem ensinar mas, estamos em movimento de pesquisa constante, para aprender e divulgar o que for relevante às idéias que inspiraram sua criação.
Esteja conosco. Será um prazer desfrutarmos deste tempo juntamente com você.

Equipe Odontologando

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

O que são doenças sexualmente transmissíveis?

Doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), são aquelas que são transmitidas na relações sexuais com pessoas que estejam com essas doenças.

São DSTs:


  • Gonorréia
  • Sífilis
  • Clamídia
  • Herpes Genital
  • Hepatite B
  • Condiloma
  • Trocomoníase
  • HIV/AIDS
  • outras

Como saber se você está com DST?

As DSTs podem se manifestar por meio de corrimentos, irritação, feridas, caroços ou verrugas nos órgãos genitais. Podem causar coceiras, dor na relação sexual, dor embaixo do umbigo. Mas, as vezes, não aparecem sintomas ou sinais externos, ou seja, visíveis por fora, e isso é comum ocorrer com as mulheres. Entretanto, nesta mesma situação, a doença pode ser passada para o parceiro(a) sexual.

Quais os problemas que as DSTs podem causar?

As DSTs podem trazer consequências graves, quando não são tratadas, podendo predispor a pessoa ao câncer de colo de útero ou de pênis. Além disso, as DSTs como a sífilis, hepatite B e o HIV, podem ser transmitidas para o bebê durante a gravidez, trazendo graves problemas para a criança, ou mesmo podendo provocar aborto.

Como deve ser o tratamento?

Se você suspeitar que está com DST, a primeira coisa a fazer é evitar relações sexuais e procurar imediatamente um serviço de saúde. Não faça tratamento por conta própria, ouvindo orientações de amigos,  parentes, balconistas de farmácia. Procure um serviço de saúde, assim seu tratamento será eficaz.

Até o momento, não existe cura nem vacina para a AIDS, por isso o melhor mesmo é se prevenir sempre, usando camisinha masculina ou feminina em todas as relações sexuais.

Lembre-se de que não dá para saber quem está contaminado com o HIV/AIDS ou com outras DSTs só olhando para a pessoa, ou porque conhece a pessoa há muito tempo. Por isso, é importante se prevenir sempre, usando camisinha masculina ou feminina em todas as relações sexuais.

Adolescentes, jovens e qualquer pessoa tem direito a ter um atendimento sem discriminação de qualquer tipo, com garantia de privacidade e segredo.


Fonte: Ministério da Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário. Será um prazer poder recebê-lo.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Postagens populares

Pesquisar este blog