Observação: É proibida a reprodução total ou parcial deste Blog, sem a devida autorização da Equipe.

Compartilhando idéias, falando sobre odontologia e trocando informações

Este blog nasceu da necessidade de conectar a inspiração de suas criadoras com a mídia e as redes sociais.
Estamos em ascenção, nos organizando para trazer ao leitor textos impactantes, modelados na medida das necessidades de nossos leitores e de nossas próprias.
Não temos a pretensão de sermos um blog que vem ensinar mas, estamos em movimento de pesquisa constante, para aprender e divulgar o que for relevante às idéias que inspiraram sua criação.
Esteja conosco. Será um prazer desfrutarmos deste tempo juntamente com você.

Equipe Odontologando

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

O que é cárie? Cárie pega, é transmissível? Como evitar a cárie?

   
A cárie dental é uma doença infecciosa e transmissível que pode causar a destruição do órgão dental, pode ser dolorosa, caminhando para a  perda dos dentes e infecções das estruturas e ossos ao redor, em  casos mais severos até a morte.

É uma doença tão comum quanto um resfriado. Afeta 90% de população mundial em algum momento de sua vida.

Para que a  cárie ocorra é necessário que haja o contato entre os microorganismos (o mais conhecido é o Streptococcus mutans), o açucar (substrato) e a superfície dental (hospedeiro). A união destes três fatores forma a placa bacteriana, que iniciará a produção de ácidos responsáveis pela destruição dental. Desequilibrando-se o trinômio Micro-organismos, substrato e hospedeiro, impossibilita-se o desenvolvimento da doença, daí a importância da escovação!
É causada por bactérias que produzem ácidos através da fermentação de carboidratos, incluindo a sacarose, frutose (açúcar das frutas), lactose (açúcar do leite) e a glicose. O nível de acidez bucal favorece a atividade dessas bactérias cuja produção de ácido dissolve os minerais que compõem o dente.

Visitas frequentes ao dentista favorecem a detecção e o tratamento precoce da doença, que nem sempre apresenta dor na fase inicial, reduzindo as chances de que o dente venha a ser perdido ou que precise de um tratamento endodôntico ( de canal). Além de ser muito mais econômico.
O diagnóstico é feito através do exame clínico e radiográfico. Existem algumas cáries que só podem ser vistas através de radiografias, principalmente as que ocorrem entre os dentes, favorecidas pelo uso incorreto e pouco constante do fio dental.

Como evitar a cárie?
- Escovando os dentes pelo menos três vezes ao dia
- Usando o fio dental diariamente (remoçao dos resíduos entre os dentes que a escova não alcança)  
- Visitando regularmente o dentista (detecção precoce da doença e correção das deficiências de escovação)
- Utilizando pastas e produtos que contenham flúor.

A Cárie pega?
Sim, os microrganismos que causam a cárie podem ser transmitidos através do contato com outros indivíduos, exemplo: através do beijo, da colher em que a mãe experimenta a comida e coloca na boca do bebê, espirros, etc. Considerando que só haverá doença se existirem os outros fatores que favorecem o seu surgimento (substrato e hospedeiro suscetível).
Também é comum que a falta de uma boa prática de higiene oral seja transmitida de pai para filho, ou seja, pais que possuem altos índices de cárie ou muitas restaurações, poderão ter filhos na mesma condição porque não houve o incentivo e a cobrança, ou até pelo desconhecimento da importância da pratica dos bons hábitos de higiene oral. Cuidem-se, sejam exemplo!!









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário. Será um prazer poder recebê-lo.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Postagens populares

Pesquisar este blog