Observação: É proibida a reprodução total ou parcial deste Blog, sem a devida autorização da Equipe.

Compartilhando idéias, falando sobre odontologia e trocando informações

Este blog nasceu da necessidade de conectar a inspiração de suas criadoras com a mídia e as redes sociais.
Estamos em ascenção, nos organizando para trazer ao leitor textos impactantes, modelados na medida das necessidades de nossos leitores e de nossas próprias.
Não temos a pretensão de sermos um blog que vem ensinar mas, estamos em movimento de pesquisa constante, para aprender e divulgar o que for relevante às idéias que inspiraram sua criação.
Esteja conosco. Será um prazer desfrutarmos deste tempo juntamente com você.

Equipe Odontologando

terça-feira, 17 de abril de 2012

Refrigerantes, Energéticos e seus efeitos sobre os dentes.

A Maioria das Bebidas energéticas e refrigerantes são bastante ácidas, com pH em torno de 3- 4. Quando ingeridas em excesso podem levar a erosão dental e desmineralização do esmalte, principalmente se houver deficiência de escovação e mal uso do fio dental imediatamente após o consumo. Um estudo revelou que 57% dos indivíduos entre 11 e 14 anos já apresentam evidências de erosão dental.
 
A erosão dentária pode aumentar a prevalência de cavidades, sensibilidade em presença de doce, quente ou frio, assim como o descolamento da margem gengival. Então, é importante reduzir o consumo desse tipo de bebida e assim que consumir, lembre-se de escovar os dentes e passar o fio dental imediatamente!!!


Pesquisa de Dra Patricia Pessi e  Dra Ladisleine Quaglia Pedrosa


Fonte: Feferman I, Healthline: Risks of Sports Drinks, Ontario Dentist, March 2012, Vol 89, No 2, pg 20-21.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Escovar os dentes logo após a ingestão de alimentos ácidos não é uma boa idéia. O interessante é neutralizar o pH primeiro, fazendo bochecho com água ou, aguardar em torno de 15min +/-.
    Como você mesmo disse, após a ingestão de alimentos ácidos, ocorre a diminuição do pH bucal. Isto faz com que aumente a solubilidade do esmalte. Somando-se ao uso de escova média/dura, pastas com componentes abrasivos, força aplicada pelo paciente e técnica de escovação, aumenta-se o risco de erosão do esmalte. A simples ação de bochechar Água, algumas vezes antes da escovação, faz com que o pH bucal se eleve novamente, reduzindo a a solubilidade do esmalte, deixando-o menos susceptível a erosão.
    Espero ter contribuído.
    Dr. Thales Colombo

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário. Será um prazer poder recebê-lo.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Postagens populares

Pesquisar este blog