Observação: É proibida a reprodução total ou parcial deste Blog, sem a devida autorização da Equipe.

Compartilhando idéias, falando sobre odontologia e trocando informações

Este blog nasceu da necessidade de conectar a inspiração de suas criadoras com a mídia e as redes sociais.
Estamos em ascenção, nos organizando para trazer ao leitor textos impactantes, modelados na medida das necessidades de nossos leitores e de nossas próprias.
Não temos a pretensão de sermos um blog que vem ensinar mas, estamos em movimento de pesquisa constante, para aprender e divulgar o que for relevante às idéias que inspiraram sua criação.
Esteja conosco. Será um prazer desfrutarmos deste tempo juntamente com você.

Equipe Odontologando

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

O que é ATM? Articulação Temporomandibular.

A ATM ou articulação temporomandibular é a articulação  entre os ossos temporais do crânio e as cabeças da mandíbula, ou seja, faz a ligação entre o maxilar e a mandíbula. Ela e um conjunto de músculos são responsáveis  pelos movimentos mandibulares (para frente, trás e lados).
Obs:  côndilo atualmente é denominado cabeça da mandíbula.

São duas, uma direita e outra esquerda. Sem elas teríamos dificuldades em situações simples como comer, beijar, sugar, morder, falar, bocejar...

É composta por: cápsula articular, menisco, ligamentos e músculos.Está localizada anteriormente ao pavimento auditivo (orelha).

As alterações  nesta região são chamadas D-ATM ou disfunções da ATM. E comummente podem ser de três tipos: 
- Dor miogênica: apresentando dor ou desconforto nos músculos da mastigação, podem afetar até a região de ombros e pescoço.
- Desaranjos internos da ATM: apresentando deslocamento ou mal posicionamento do disco articular ou lesões articulares.
- Doenças degenerativas como osteoartrite ou artrite reumatóide das ATMs

Principais sintomas:
- dores nas articulações;
- dores de cabeça;
- ruídos ou estalos;
- dificuldades ao abrir ou fechar a boca;
- mudança de postura da cabeça;
- dificuldades na mastigação;
- dor de ouvido;
- desgaste dental;
- zumbido;

O diagnóstico é feito atraves de anamnese, exame clínico e complementares.

O tratamento pode ser simples, mas os casos mais graves pode ser necessário cirurgia.
Figura - fonte: internet


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário. Será um prazer poder recebê-lo.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Postagens populares

Pesquisar este blog