Observação: É proibida a reprodução total ou parcial deste Blog, sem a devida autorização da Equipe.

Compartilhando idéias, falando sobre odontologia e trocando informações

Este blog nasceu da necessidade de conectar a inspiração de suas criadoras com a mídia e as redes sociais.
Estamos em ascenção, nos organizando para trazer ao leitor textos impactantes, modelados na medida das necessidades de nossos leitores e de nossas próprias.
Não temos a pretensão de sermos um blog que vem ensinar mas, estamos em movimento de pesquisa constante, para aprender e divulgar o que for relevante às idéias que inspiraram sua criação.
Esteja conosco. Será um prazer desfrutarmos deste tempo juntamente com você.

Equipe Odontologando

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

A importância da atuação dos profissionais da odontologia desde o nascimento da criança



Na rede pública, assim como em consultórios particulares, percebemos muitas vezes uma deficiência de informação e educação quando encontramos pela primeira vez com uma criança e sua família.

Em muitos casos, encontramos uma criança pela primeira vez já com algumas cáries. Nós cirurgiões dentistas sentimos a dificuldade de acesso às crianças precocemente, por não exercemos ainda um olhar para o nosso pequeno paciente de forma multidisciplinar, ou seja, com a atuação em conjunto do cirurgião dentista, do médico, nutricionista, professores e outros profissionais que integram a saúde da criança.



É sabido que os problemas relativos à saúde bucal podem em sua grande maioria serem prevenidos e a pergunta que fazemos é: por que a odontologia não participa de forma multidisciplinar, realizando uma prevenção efetiva?



Listamos 5 sugestões para que a odontologia possa ser mais participativa na rede pública:


  • Os dentistas, ASBs  e THDs, devem participar de todas as atividades realizadas pelas Unidades Básicas de Saúde.
  • Controle e orientação por um nutricionista dos alimentos vendidos nas cantinas escolares.
  • Criação de um sistema e fluxo, onde a criança ao nascer entra automaticamente em um programa de atendimento multidisciplinar para prevenção.
  • Integração da área da saúde e educação, visando realizar campanhas e programas que foquem na saúde bucal .
  • Incentivo à escovação e alimentação saudável nas escolas de forma programada.
A foto abaixo é de um rapaz de 25 anos, que apareceu na rede pública e não recebeu educação em saúde bucal e nem mesmo teve acesso à serviços de prevenção na infância:





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário. Será um prazer poder recebê-lo.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Postagens populares

Pesquisar este blog