Observação: É proibida a reprodução total ou parcial deste Blog, sem a devida autorização da Equipe.

Compartilhando idéias, falando sobre odontologia e trocando informações

Este blog nasceu da necessidade de conectar a inspiração de suas criadoras com a mídia e as redes sociais.
Estamos em ascenção, nos organizando para trazer ao leitor textos impactantes, modelados na medida das necessidades de nossos leitores e de nossas próprias.
Não temos a pretensão de sermos um blog que vem ensinar mas, estamos em movimento de pesquisa constante, para aprender e divulgar o que for relevante às idéias que inspiraram sua criação.
Esteja conosco. Será um prazer desfrutarmos deste tempo juntamente com você.

Equipe Odontologando

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Como cuidar de sua escova dental

São encontradas na boca cerca de 900 milhões de espécies de bactérias capazes de sobreviverem até 24 horas entre as cerdas das escovas dentais, onde se multiplicam e tornam a entrar em contato novamente com a boca na próxima escovação, portanto, facilitando o aparecimento de doenças bucais tais como: cáries, alterações gengivais e lesões na mucosa bucal.

Quente, úmido e abafado - assim é o ambiente ideal para a proliferação de bactérias. E assim fica sua escova de dente quando ela é guardada no armário do banheiro ou mesmo em estojo próprio.

"Se não for feita a higienização correta da escova após o uso, ela se torna propícia à multiplicação das bactérias naturalmente presentes na boca e que, durante a escovação, alojam-se nas cerdas", explica o professor Paulo Nelson Filho, da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP) da USP.
 Desta forma, vamos dar algumas dicas de como cuidar melhor da sua escova:

1- Após o uso da escova, lavá-la e borrifá-la com um enxaguante bucal nas cerdas e na cabeça da escova, uma vez ao dia, preferencialmente, à noite.
2-Higienizar a escova, lavando-a em água corrente antes da próxima escovação, para retirar as bactérias mortas.
3-Depois do uso, bater o cabo da escova na pia, para retirar o excesso de água, mas nunca secá-la em toalha de banho ou de rosto.
4- Por ser o banheiro o local mais contaminado de uma casa, a escova não deve ficar sobre a pia e sim, guardada dentro do armário do banheiro após desinfetá-la.
5- Trocar a escova a cada três meses (após esse tempo de uso normal as cerdas são menos eficientes na remoção da placa )




Fonte: http://www.diariodasaude.com.br
http://www.colgate.com.br

4 comentários:

  1. muito bom...preciso lembrar de tudo isso.

    ResponderExcluir
  2. Ótimas dicas! Sempre deixo minha escova sequinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí. O importante é cuidarmos bem de nosso instrumento de trabalho.

      Excluir

Deixe aqui seu comentário. Será um prazer poder recebê-lo.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Postagens populares

Pesquisar este blog